Igreja Matriz de Amoreira da Gândara

Dados do Património
Nome: Igreja Matriz de Amoreira da Gândara

A Igreja Paroquial de Amoreira da Gândara tem por titulares S. Martinho e o Sagrado Coração de Maria. Criada a freguesia, fixou-se a sede na antiga capela de S. Martinho.      
O edifício foi renovado e ampliado no período compreendido entre 1944-1950, conservando-se, todavia, parte das paredes laterais. A torre da fachada é anterior à reforma. Foram ainda aproveitados pequenos elementos. O púlpito que é de calcário data do século XVII, possui bacia cilíndrica, mas renovada e pé em forma de balaústre. Num pequeno nicho da frontaria colocaram S. Martinho, vestido de bispo, de calcário, do século XV, de tipo popular.  
Conserva-se na sacristia uma placa calcária tendo em relevo o Calvário (Crucificado, Virgem e S. João) sob arco conopial, pertencente ao século XVI inicial, gótico, obra corrente. Há ainda uma Nossa Senhora da Conceição, do século XVII, de pedra e de pequeno nível. Nas obras de ampliação colocaram no solo, à entrada, duas campas da família Tavares Ferrão, transferidas do adro. Cada uma tem um brasão composto das cinco estrelas dos Tavares e das cincos faixas dos Távoras, o qual se insere num rótulo do tipo da primeira metade do século XVIII que foi inteiramente retocado e avivado na altura da mudança. Sob estas campas colocaram as ossadas de pessoas da mesma família, comemoradas em letreiros modernos.